TOTAL CARRINHO

Página inicial / Matérias / 7 passos para uma reforma inteligente e sem dor de cabeça!

Blog

post-img

CASTOR | 10 MAR 2016

7 passos para uma reforma inteligente e sem dor de cabeça!

4532

360

Independente de seu tamanho, uma reforma sempre pode causar transtornos, sejam hidráulicos com rompimento de dutos, danos no sistema elétrico ou outras situações ainda mais sérias que podem atrasar a conclusão da obra e também elevar e muito o valor da reforma. 

Além de não ser nada agradável morar em uma casa que está em obras, materiais de construção e, principalmente, os acabamentos são itens caros. Portanto, é preciso planejar muito bem a reforma para não estourar o orçamento e ter que gastar mais paciência e dinheiro do que o previsto. Confira as dicas:

1. Contrate um profissional

Pergunte a amigos por referências, pesquise com vizinhos, procure na internet, enfim, não deixe de contratar um arquiteto ou designer de interiores na hora de investir em algo tão importante. Se você não quer que o barato saia caro ou que o resultado fique completamente diferente do que planejou, faça esse investimento. Um bom profissional vai saber indicar os melhores materiais e profissionais, desenvolver soluções para problemas que pareciam impossíveis e até influenciar nos custos. 

2. Faça uma lista de tudo que quer mudar

Ande pela casa, preste atenção em tudo que lhe incomoda, lembre-se de tudo que sempre sonhou e faça uma lista detalhada. Essa lista será um ótimo ponto de partida para desenvolver grandes ideias.

3. Pesquise 

Em livros, revistas ou na internet, busque imagens de ambientes que lhe agradem, seja um detalhe, o todo ou a mistura de várias coisas. Guarde todo o material e mostre ao arquiteto/designer de interiores para que ele entenda exatamente do que você gosta e possa desenvolver um projeto que tenha a sua cara!

4. Estabeleça limites para os gastos

Não é novidade que reforma é um “bicho” caro, mas muitas vezes acaba saindo bem mais do que se imagina. Então, faça orçamentos e tenha consciência do valor de cada coisa para que possa estabelecer limites, mesmo que você tenha que cortar algo. 

5. Defina prioridades

Fazer tudo de uma vez, sem estabelecer o que é mais importante, pode resultar numa obra totalmente inacabada. Uma lista de prioridades é a melhor amiga da economia e da sua alegria! Analise o que é mais importante e tenha consciência de que fazer algo que deseja muito pode significar deixar de lado outras coisas! 

6. Lembre-se que a casa também evolui

As crianças crescem, seus hábitos mudam, os filhos casam e a casa evolui junto. Se você sabe que é possível haver mudanças no futuro, invista num projeto que possa ser modificado com facilidade, para evitar uma nova reforma. Seja o quarto do menino que virou quarto de adulto ou o quarto do filho adulto que se transformou em quarto de hóspedes, sempre pense em longo prazo para evitar novos gastos.

7. Invista na economia

Nada melhor do que uma casa que gasta pouco! Invista em ideias econômicas, como vasos sanitários que usam menos água na hora da descarga ou uma iluminação com lâmpadas LED, podem resultar numa grande economia para o seu bolso e você ainda recebe um “obrigado” do ambiente!

Comments (197)

  • avatar-img

    9th Jul 2015 at 11:20

    Robert Envato

    Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur latid adipisicing elit, sed do eiusmod ran tempor edne incididunt ut labore rend adim dolore magna aliqua. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur latid adipisicing de elit, sed do eiusmod ran tempor edne incididunt ut labore et adim dolore magna aliqua.

    Reply

Leave a Comment