TOTAL CARRINHO

Página inicial / Matérias / 5 Dicas de Ouro para Sua Reforma!

Blog

post-img

CASTOR | 10 AGO 2015

5 Dicas de Ouro para Sua Reforma!

4532

360

1 - Defina o escopo da reforma para evitar mudanças depois que a obra já começou

Sem saber o que você quer fazer, a reforma pode ser um fiasco. Parece algo óbvio, mas apenas com uma vaga ideia, muita gente já começa a comprar as tintas e outros materiais, sem ter definido quais cômodos do imóvel serão reformados. Por isso, antes de qualquer coisa, é importante que você reflita com calma sobre o que será feito, pesquisando referências e colocando no papel os objetivos do projeto.

Não determinar bem o que vai ser feito é o principal erro em relação à reforma. A pessoa começa com uma pequena ideia e no meio acontece aquela típica situação: ‘Já que estamos aqui, vamos quebrar mais uma parede ou aumentar esse ambiente’. Quando a pessoa vê, ela já saiu do planejamento inicial e é aí que o orçamento estoura!

É importante, portanto, decidir questões como: se o piso será frio ou quente, se será de madeira ou cerâmica ou se, com a reforma da cozinha, será feita uma reformulação da estrutura elétrica para suportar um maior gasto de energia.

2 - Controle o orçamento

O conselho é fazer um bom planejamento antes da reforma, isto é, ter todos os materiais bem definidos e na quantia adequada. É importante também fazer uma relação dos profissionais que serão contratados e obter todos os orçamentos.

É muito comum a pessoa começar a quebrar o que não gosta sem ter decidido claramente o que vai colocar no lugar, simplesmente ‘imaginando’ quanto vai gastar.  Um profissional da área vai saber orientar esses passos, evitando que a pessoa, sem experiência em projeto e construção, decida executar por conta própria. Neste caso o barato acaba saindo caro. Um arquiteto cobra entre 7% a 25% do valor da obra, o que inclui a pesquisa de preços e tomada de orçamentos, elaborações e acompanhamento de cronograma, fiscalização dos trabalhos e verificação dos acabamentos. Esse valor acaba sendo facilmente gasto em desperdícios e retrabalhos sem a ajuda do profissional.

3 - Iluminação 

Ignorar a importância da iluminação é muito comum em reformas e construções. Quando se imaginar um novo ambiente, deve ser levada em consideração a posição do imóvel em relação ao sol e a posição mais indicada para a instalação de janelas.

As janelas são fundamentais para quartos, salas, cozinhas e outros ambientes de permanência prolongada. Uma janela bem instalada pode gerar uma economia enorme em relação ao consumo de energia.

4 - Coloque o piso por partes 

Quando o assunto é trocar o piso, uma boa ideia é fazer por partes. Se for porcelanato ou pedra, é possível fazer assim. No caso de madeira, isso fica quase impossível. O ideal é liberar primeiro as áreas de transito intenso, como sala, corredor e cozinha.

Assim, não atrapalha muito a rotina da casa. “Móveis muito grandes e/ou muito pesados podem permanecer no mesmo ambiente. Por exemplo, pode colocar metade do piso da sala e, quando estiver pronto, basta deslocar os móveis para a parte finalizada e dar continuidade ao serviço.

5 - Prepare-se para imprevistos 

Tenha em mente que imprevistos podem acontecer, por mais que se tenha cuidado. Por isso, é bom se precaver e combinar com o empreiteiro ou pintor um retoque final na pintura depois de instalar os móveis planejados/modulados. No caso do papel de parede, ele deve ser instalado por último, finalizando a reforma!

O que achou dessas dicas? Mande seu comentário para nós!

Comments (197)

  • avatar-img

    9th Jul 2015 at 11:20

    Robert Envato

    Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur latid adipisicing elit, sed do eiusmod ran tempor edne incididunt ut labore rend adim dolore magna aliqua. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur latid adipisicing de elit, sed do eiusmod ran tempor edne incididunt ut labore et adim dolore magna aliqua.

    Reply

Leave a Comment